As redes sociais são muito utilizadas em nosso dia a dia porque possibilitam a conexão com amigos e familiares, em qualquer lugar do mundo. Mas essas ferramentas não têm só função social. Com elas, é possível também estabelecer contatos que serão de grande ajuda para a sua vida profissional.

Quer saber quais são as redes sociais profissionais mais usadas e se cadastrar ainda hoje? Leia este artigo e descubra!

1. Linkedin

Essa é a rede social profissional mais conhecida pelos brasileiros e, provavelmente, a mais utilizada por aqui.

Linkedin foi criado em 2003, já possui escritório no Brasil e é uma empresa pública, com ações no mercado.  Por meio dele, é possível se conectar com usuários do mundo inteiro, já que a plataforma está disponível em mais de 20 idiomas.

Para facilitar a vida de seus usuários, o cadastro pode ser feito por meio das credenciais do Facebook. No entanto, para aqueles que preferem criar um perfil do zero, o site também oferece essa opção.

Uma das suas vantagens mais relevantes é que, com a versão gratuita de uma conta no Linkedin, o profissional cadastrado consegue acessar a maioria das funcionalidades do site. Há, porém, opções de contas pagas, que exigem do usuário um investimento entre R$ 39,95 e R$ 121,95 por mês.

Um exemplo dessa opção de conta paga é o Linkedin Business, que é a mais barata das versões disponíveis.

Nesse tipo de conta, o profissional poderá visualizar a identidade dos visitantes de seu perfil, enviar mensagens a usuários que não estão entre os seus contatos, realizar pesquisas avançadas, dentre outras funcionalidades extras.

2. Bebee

Bebee, ainda pouco conhecido no Brasil, é uma versão mais descolada do Linkedin. Talvez isso se dê por sua criação recente, ocorrida em 2014.

Essa rede social tem quase os mesmos objetivos de seu concorrente: auxiliar profissionais a divulgar as suas habilidades, firmar contatos e encontrar oportunidades de emprego.

Entretanto, há algumas diferenças marcantes entre as duas: enquanto o Linkedin é mais formal e tem como foco o mercado de trabalho em si, o Bebee preza pela informalidade e tenta apresentar os profissionais de um jeito mais leve, mesclando habilidades profissionais com gostos e hobbies.

Dessa forma, o Bebee tenta mostrar o lado mais humano dos trabalhadores e tende a valorizar todos os seus feitos realizados durante a vida, não só aqueles relacionados à profissão.

Outra grande vantagem dessa rede social profissional é que, até o momento, ainda não há qualquer forma de perfil pago. Todas as funcionalidades do site estão disponíveis a seus usuários gratuitamente.  

3. Bayt

Bayt é uma rede social profissional que tem como objetivo oferecer oportunidades de emprego na região do Golfo Pérsico e do Oriente Médio, em países como a Tunísia, o Iraque e os Emirados Árabes.

Uma das desvantagens dessa plataforma para os brasileiros é que ela não está disponível em português. As únicas opções de idiomas oferecidos aos seus usuários são o inglês, o francês e o árabe.

Por outro lado, um recurso interessante e que também é encontrado em outras redes sociais profissionais é a possibilidade de encontro de contas do Facebook e do Google Plus para fazer o cadastro no site.

Além disso, a Bayt é quem decide, de acordo com as especialidades e cursos inseridos pelo usuário, qual é o grau de senioridade do profissional em sua área de atuação.

Isso significa que, para que um perfil cadastrado seja classificado como Pleno ou Sênior, por exemplo, será necessário um determinado grau de experiência desse usuário, conforme parâmetros já estabelecidos pelo site.

Outro benefício inovador da Bayt é a possibilidade de cadastrar um currículo em vídeo no seu perfil profissional. Esse recurso, que condiz com as exigências mais modernas das empresas na atualidade, é feito por meio do Youtube e depende da aprovação da rede social.

Cabe ressaltar, ainda, que a Bayt oferece opções pagas ou gratuitas para os seus usuários. Na versão free (gratuita), o cadastrado já pode ter acesso a uma série de recursos interessantes, inclusive o cadastro do vídeo-currículo.

Já no caso da modalidade paga, a Bayt proporciona ao profissional pagante os serviços de avaliação do perfil, redação de cartas de apresentação e elaboração de currículo. A única desvantagem é o preço: cerca de 240 dólares por ano.

4. Xing

Essa rede social profissional foi criada também em 2003 e tem origem alemã. Em razão disso, o seu principal idioma é o alemão, mas o usuário pode acessá-la também em inglês, espanhol, português, francês, italiano, holandês, polonês, russo, turco e mandarim.

Atualmente, a Xing conta com quase 13 milhões de membros e tem como filosofias a conexão entre pessoas com interesses profissionais congruentes, desde a procura de emprego até o recrutamento de empregados e joint-ventures.

Nesse sentido, o usuário poderá, além de procurar emprego, acessar ofertas de projetos de curto prazo de duração, por meio de pesquisa de palavras-chave.

Em contrapartida, por meio da Xing, não é possível fazer um cadastro usando as credenciais do Facebook ou outras redes sociais, e o usuário não consegue descobrir quem acessou o seu perfil profissional. O que fica disponível para visualização é o avatar de quem visitou o seu perfil e a descrição de alguns dos critérios de busca que o levaram a esse resultado.

Quanto aos tipos de conta, a Xing oferece duas oportunidades aos seus usuários: a Basis, que é grátis, e a Premium, que é paga.

No caso da opção paga, o profissional deverá realizar um investimento de aproximadamente 7 euros (ou R$ 21,00) mensais.

Para valer a pena esse preço, algumas vantagens oferecidas às contas pagas são: envio de arquivos de até 100MB; envio de mensagens para desconhecidos, com limite de 20 mensagens por mês; filtro de pesquisa a partir da relevância dos perfis encontrados; dentre outras.

5. Viadeo

Outra opção usada por brasileiros, o Viadeo também oferece todas as funcionalidades comuns às redes sociais profissionais, como cadastro de currículo e busca de empregos. Mas, diferentemente das outras redes, o Viadeo está mais voltado para os profissionais de TI (tecnologia da informação) e suas áreas correlatas. 

Alguns benefícios dessa plataforma são a possibilidade de efetuar ligações para contatos profissionais, compartilhar as notícias mais recentes de seu setor e acessar um catálogo de endereços. 

Para ter acesso a recursos mais específicos, o Viadeo oferece a possibilidade de contratar a conta Premium, em que o usuário pagará uma mensalidade de, no mínimo, R$ 6,95, dependendo do prazo total do plano.

Com a conta Premium, o profissional cadastrado poderá saber quem visitou o seu perfil, entrar em contato com todos os membros da rede e utilizar critérios exclusivos de busca. 

E você, está cadastrado em alguma dessas redes sociais profissionais? Conhece alguma outra que não foi citada e que vale a pena ser indicada? Deixe a sua opinião e envie suas sugestões para a gente nos comentários!