Você já se formou ou está prestes a se formar na faculdade e o tão esperado momento está chegando: ingressar no mercado de trabalho.

Durante o curso superior, você deu duro, se esforçou e obteve boas notas. Hoje, está louco para começar a trabalhar, tem boa vontade e muita disposição para aprender. Porém, surge em sua mente a temida a pergunta: “Como vou encontrar meu primeiro emprego se ainda não tenho experiência?”.

Muitas empresas, no momento do recrutamento de profissionais, acabam optando pela contratação daqueles que já têm um histórico no mercado de trabalho, em detrimento daqueles que acabaram de se formar e jamais tiveram uma chance de mostrar seu potencial. E em uma época em que o país enfrenta crises e o aumento das taxas de desemprego, essa situação só se agrava.

No entanto, como é óbvio, isso cria uma situação complicada: se você nunca trabalhou, não tem experiência. E, por não ter experiência, ninguém quer te dar um emprego, o que o mantém sem trabalho e sem os pré-requisitos para conseguir um.

Mas, antes de entrar em pânico, saiba que é possível sim começar a trabalhar sem experiências profissionais prévias.

Hoje, vamos compartilhar com você algumas dicas que podem ajudá-lo a encontrar a vaga perfeita para você e conquistar de vez o seu primeiro emprego

Você já faz um estágio? Talvez essa seja a solução

O estágio é uma experiência pela qual a maioria dos estudantes universitários já passou ou deve passar algum dia.

Seja o período de estágio obrigatório ou facultativo, ele representa uma valiosa oportunidade para que o estudante aprimore os conhecimentos teóricos que construiu em sala de aula e construa algumas habilidades e saberes mais técnicos, diretamente ligados à profissão na qual deseja seguir carreira.

Fazer um estágio permite que você adquira experiência, algo que, como você viu, é bastante valorizado pelo mercado de trabalho, e ainda por cima ajuda você a conhecer um pouco mais do cotidiano da área na qual você deseja atuar.

E as vantagens não param por aí: ao participar de um programa de estágio, você tem a oportunidade de iniciar a construção de uma rede de contatos, que poderá se mostrar muito útil ao longo de toda a sua vida mas, principalmente, na hora de encontrar um emprego formal.

Alguns jovens fogem dos estágios por acreditar que o retorno financeiro que eles trazem é muito baixo, se comparado à carga de trabalho assumida. Mas, ei, lembre-se: ao fazer um estágio, seus objetivos primordiais não devem envolver ganhar um salário gigantesco. É claro que dinheiro é bom e todo mundo adora. Porém, muitos profissionais que hoje são extremamente bem-sucedidos começaram apenas com um estágio.

Ao realizar um estágio, nunca se esqueça de que seus objetivos devem ser:

  • aprender mais sobre o funcionamento e sobre o dia a dia da profissão na qual você deseja atuar;

  • adquirir experiência;

  • aprimorar os conhecimentos construídos em sala de aula;

  • começar a criar uma rede de contatos profissionais;

  • melhorar seu currículo para então conseguir seu primeiro emprego formal.

Com isso em mente, você verá mais sentido em fazer um estágio e procurar ter nele um ótimo desempenho! Isso fará toda a diferença na hora em que você for procurar o seu primeiro emprego e pode até fazer com que sua oportunidade de estágio renda boas chances de que você seja efetivado.

Monte seu primeiro currículo

Na busca por seu primeiro emprego, o seu currículo será sua grande chance de despertar a atenção das empresas e dos recrutadores, para que eles se sintam motivados a chamá-lo para uma entrevista.

Porém, você pode se perguntar: “Estou em busca do meu primeiro emprego, quais informações devo inserir em meu currículo?”

Para que você elabore o currículo perfeito, selecionamos algumas dicas que podem ajudá-lo. Confira:

Seja sucinto, claro e objetivo

Pode ser grande a tentação de inserir várias informações em seu currículo, afinal, você quer a empresa perceba o quão bom profissional você pode ser, e para isso, quanto mais detalhes você inserir, melhor. Certo? Errado!

Como você está iniciando agora sua vida profissional e não tem experiências anteriores, seu currículo deve ter no máximo uma página. E, acima de tudo, é preciso que você seja sucinto, claro e bastante objetivo.

O recrutador tem pressa e, quanto mais eficiente você for na hora de expor as informações, mais chamará sua atenção. As principais informações que você deve inserir em seu currículo são:

Dados pessoais

Aqui, nada de informar o número do seu RG, CPF ou título de eleitor. O que o empregador precisa saber é seu nome completo, sua idade e seu estado civil. Além disso, é imprescindível que você informe seus telefones para contato (fixo e celular), seu e-mail (cuidado com o endereço que você vai informar — mantenha a postura profissional) e endereço (o CEP não é fundamental, a não ser que a empresa exija essa informação).

E nunca é tarde para lembrar: você não precisa enviar uma foto sua junto com seu currículo, a não ser que isso seja expressamente solicitado.

Objetivo

Em qual área e/ou cargo da empresa você deseja atuar? É preciso que o recrutador saiba quais são as suas pretensões, então, informe, de modo sucinto, a qual vaga você está se candidatando.

Qualificações e habilidades

Você é proativo? Tem espírito de liderança? Tem ótimas habilidades comunicativas? Consegue gerenciar seu tempo de forma eficaz? É uma pessoa organizada?

É nessa hora que você vai “vender o seu peixe”. Tente convencer, de forma realista e sincera, por quais motivos você é uma ótima alternativa para preencher o cargo em questão.

Formação acadêmica

Nessa parte do currículo, você deve informar seu grau de escolaridade, do mais recente para o mais antigo. Não coloque informações sobre o ensino básico, caso você já tenha concluído seus estudos de nível superior, pois isso é irrelevante.

Informe o nome da instituição, qual curso você fez e a data em que o concluiu. Se ainda estiver terminando seus estudos, informe no currículo a previsão de término do seu curso.

Experiência profissional

Se você está em busca do primeiro emprego, essa parte acabará não existindo em seu currículo. Mas, se você já realizou estágios, vale a pena informá-los ou abordar o trabalho em uma empresa júnior, por exemplo.

Você deve informar o nome do local em que trabalhou, o período em que atuou por lá e quais eram suas atribuições. Não precisa informar os motivos pelos quais você se desligou da empresa. Se isso for relevante ao recrutador, no dia da entrevista, ele vai indagá-lo a respeito.

Formação complementar

Aqui, é interessante que você informe os cursos complementares que realizou: informática, idiomas e outros.

Na hora de falar sobre idiomas, especifique se seus conhecimentos são básicos, intermediários, avançados ou se você é fluente em outra língua.

Quanto aos conhecimentos de informática, especifique quais são exatamente os seus conhecimentos e indique quais programas você domina.

Informe também os workshops, as palestras, os seminários e os congressos dos quais você participou. Se esses eventos forem muitos, indique apenas os que mais tenham a ver com a área para a qual você está se candidatando.

Outras informações

Fez trabalho voluntário? Participou de um intercâmbio no exterior? Tem um hobby interessante e que mantém relação com sua área de trabalho? Mostre ao recrutador suas experiências, pois isso pode fazer com que ele enxergue seu currículo e você de uma maneira muito mais positiva, aumentando a probabilidade de você ser chamado para uma entrevista.

Adeque seu currículo à empresa para a qual você vai se apresentar

Hoje em dia, a maioria das grandes empresas possuem portais virtuais nos quais você pode manifestar seu desejo de fazer parte da instituição.

Nesses sites, o candidato é convidado a preencher um cadastro com seus dados pessoais, formação acadêmica e outras informações, que podem variar de empresa para empresa, sem que haja a necessidade de entrega de um currículo impresso. Outras instituições ainda exigem a entrega de currículos de papel.

Seja qual for o caso, sabemos que quando se está à procura do primeiro emprego, é comum a tendência a buscar uma vaga em uma grande quantidade de empresas. Porém, é preciso evitar utilizar um único modelo de currículo para todas as ocasiões.

Dependendo da empresa, você terá objetivos diferentes, poderá destacar habilidades suas muito específicas e, por isso, é essencial adequar seu currículo à empresa para a qual você vai se apresentar. Esse pequeno cuidado pode ajudá-lo a conquistar seu primeiro emprego mais depressa e se encaixar em uma vaga profissional mais alinhada às suas expectativas e ao seu perfil.

Diga a verdade

Se você ainda não teve sua primeira chance profissional, pode ser que, na hora de elaborar seu currículo, você se sinta inseguro por não ter muitas informações para divulgar. Mas não há motivos para ter vergonha disso. Todo mundo já passou pela experiência do primeiro emprego e você não precisa se sentir mal por não ter muito o que colocar em seu currículo.

O que é extremamente importante é que você jamais minta. Nunca invente informações e diga sempre a verdade. Se você, em seu currículo, inserir a informação de que é fluente em uma segunda língua, por exemplo, é bem provável que, na hora da entrevista, o recrutador pegue você na mentira, o que fará com que você perca a vaga e passe muita vergonha.

Seja sincero, conciso, e tenha paciência, pois, em breve, você será contratado para uma vaga perfeitamente alinhada àquilo que você precisa e espera!

Encontre as vagas perfeitas para você

Encontrar um emprego é muito importante. Mas bacana mesmo é conquistar aquela vaga que tem a nossa cara, que tem tudo a ver com o nosso perfil e com nossos objetivos e que nos permitirá nos desenvolver e ter uma carreira promissora.

Na teoria, tudo isso é lindo. Entretanto, na prática, o que fazer para encontrar a vaga perfeita para você? Temos algumas boas sugestões que podem ajudá-lo nesse grande desafio.

Reflita sobre o seu perfil

Sabemos que sua maior intenção nesse momento é trabalhar. Porém, para que sua experiência profissional seja ainda mais proveitosa, é recomendável que, antes de buscar um emprego, você reflita sobre si mesmo.

Que tipo de atividades você gostaria de desempenhar? Atividades de escritório ou ao ar livre? Que tipo de ambiente de trabalho lhe agradaria? Que tipo de rotina você espera ter?

Pode parecer banal, mas saber com clareza as respostas a essas perguntas é fundamental para você procurar emprego nos lugares certos.

Só quem trabalha em algo que não gosta sabe o quanto isso pode ser desagradável e traumático. Um emprego e um salário alto são coisas muito boas, mas se for possível aliar isso com uma atividade que você sinta prazer em fazer, melhor ainda!

Analise seus objetivos

O que você espera de sua carreira? Quais os seus planos em médio e longo prazo? Você pretende investir em sua formação continuada? Quer se especializar em alguma área?

Seus objetivos devem nortear as suas escolhas, então, antes de sair por aí entregando seu currículo a quaisquer empresas, verifique se as instituições têm algo a contribuir com suas metas.

Enumere as áreas nas quais você pode atuar

Toda profissão oferece ao formado algumas diferentes opções de atuação. Com base na sua área de formação, pesquisa a respeito de quais são os campos nos quais você pode trabalhar.

Isso ampliará sua perspectiva e lhe dará um leque maior de alternativas na hora de buscar um emprego.

Selecione empresas nas quais você gostaria de trabalhar

Você definiu as áreas nas quais pode trabalhar? Agora é hora de listar as empresas que podem eventualmente empregá-lo. Faça uma lista das instituições que te interessam, veja se elas têm, em seu site, um link ou um e-mail para envio de currículos e demonstre seu interesse por  uma vaga.

Procure por oportunidades

Muitas vezes, as melhores oportunidades estão onde você menos espera. Fique de olho em jornais, revistas, sites, blogs e até outdoors pois uma boa vaga pode surgir a qualquer momento.

Tenha o costume de acessar constantemente os sites e as redes sociais das empresas nas quais você gostaria de trabalhar, e se mantenha atualizado sobre a abertura de processos de seleção.

Peça ajuda à sua rede de contatos

Uma rede de contatos é ferramenta valiosa para quem precisa encontrar um emprego. Comunique aos seus amigos, familiares e conhecidos que você está em busca de uma vaga e pergunte se eles têm alguma informação a respeito de empresas que estão contratando.

Se tiver algum amigo que já trabalha em algum local no qual você gostaria de atuar, você pode até dar a sorte de ser indicado a alguma vaga por ele.

Tire proveito da internet

Antigamente, quem estava à procura de emprego precisava gastar muita sola de sapato até encontrar a vaga perfeita. Era preciso entregar os currículos pessoalmente nas empresas ou recorrer às boas e velhas agências de emprego. E haja fôlego para tanta caminhada.

Hoje, ao alcance de um clique, você consegue rapidamente entrar em contato com uma infinidade de empresas, e isso torna mais fácil descobrir quais instituições estão atualmente recrutando profissionais.

Aproveite também o potencial das redes sociais e disponibilize online seu currículo, pois isso pode aumentar suas chances de ser encontrado pela vaga perfeita.

Por fim, e não menos importante: existem muitos portais na internet especializados em vagas de empregos, nos quais você pode cadastrar seu currículo e garimpar as melhores oportunidades. Utilize as ferramentas de busca e com facilidade você vai encontrar dezenas de opções, gratuitas e pagas, que, com certeza, vão turbinar sua busca por um emprego.

Não desista

Encontrar uma vaga de emprego perfeita pode ser difícil, mas não desista! Assim como você, existem muitos outros candidatos buscando um lugar ao sol.

O importante é que você se mantenha otimista, tenha sempre o seu currículo atualizado e fique atento às oportunidades que possam surgir. E enquanto você não encontra um emprego, vale a pena investir em sua qualificação, pois isso aumentará suas chances de chamar a atenção das empresas.

Foi chamado pra uma entrevista de emprego? Veja algumas dicas de como se dar bem

Você conseguiu elaborar um currículo fantástico, chamou a atenção dos recrutadores e, enfim, foi selecionado para participar de uma entrevista de emprego! Parabéns! Você está a um passo do seu primeiro emprego.

Contudo, é preciso que tudo ocorra bem no grande dia. Por isso, vamos compartilhar com você algumas dicas que podem ser decisivas na luta pela sua primeira chance profissional.

Estude sobre a empresa

Ao receber o convite para participar da entrevista, é hora de estudar sobre a empresa. Informe-se sobre a história da instituição, sua missão, sua visão e seus valores. Descubra quem são seus concorrentes e tente estar a par do funcionamento dela. Isso vai ser de extrema valia na hora de responder às perguntas do entrevistador.

Reflita sobre o que vai dizer

É comum dar aquele “branco” na hora da entrevista. Por isso, a melhor saída é “treinar” com antecedência aquilo que você vai dizer na frente do recrutador. Pode ser que ele te pergunte informações sobre sua formação acadêmica e outros detalhes que o ajudem a conhecer melhor sua personalidade, e é bom que você esteja pronto para dar as melhores respostas que puder.

Tome cuidado com a aparência

Todo mundo conhece aquela velha frase que diz que “a aparência é nosso cartão de visitas”. E, em uma entrevista, não há regra mais válida que essa.

É preciso muito cuidado com os detalhes. Na hora da escolha da roupa, o ideal é seguir o dress code da empresa. Mas, na dúvida, vale a pena investir em uma roupa social.

As cores, tanto para homens quanto para mulheres, devem ser discretas e neutras. Os cabelos e as unhas devem estar impecavelmente limpos e alinhados.

Para as mulheres, a maquiagem é recomendada, desde que seja extremamente discreta e que apenas dê à face um ar de “saúde”.

Nossa aparência diz muito sobre nós, e se o que queremos é transmitir uma boa impressão, vale a pena gastar uns minutinhos a mais na frente do espelho no dia da entrevista.

Seja autêntico (mas mantenha a postura)

No meio de tantos candidatos, o que de melhor você tem para mostrar ao entrevistador? Seus conhecimentos, suas habilidades, sua formação e seu histórico de vida. São essas e muitas outras coisas que fazem de você uma pessoa única.

Por isso, no dia da entrevista, seja você mesmo. Quando for responder às perguntas do recrutador, seja sincero, educado, e não queira impressioná-lo. Os entrevistadores são profissionais experientes e analisarão seu comportamento o tempo todo, sendo fácil para eles pegar você em uma mentira. Mantenha a postura, mas seja autêntico.

Parabéns, você foi contratado! Mas e agora?

Muito bem! O emprego é seu! Mas, e agora? O que fazer?

Você nunca trabalhou, então, é normal que nos primeiros dias você se sinta tenso e um pouco perdido. Mas fique tranquilo! Com a sua contratação, uma fase muito boa em sua vida terá início, cheia de aprendizados e de experiências valiosas.

No trabalho, sinta-se e mostre-se disposto a adquirir a maior quantidade possível de conhecimentos e habilidades! Seja solícito e demonstre que, mais do que trabalhar para seu próprio benefício, você deseja colaborar com o progresso da empresa.

Seja simpático, cortês e solícito com todos e procure ficar longe de fofocas e intrigas que muitas vezes acontecem nos locais de trabalho. Tudo o que lhe for delegado, faça dando o seu melhor e só se satisfaça quando conseguir ótimos resultados.

Não seja aquele funcionário “puxa-saco” que quer agradar a todos a qualquer custo, principalmente ao chefe. Entretanto, também não seja um funcionário desleixado e que só faz corpo mole.

Tente não chegar atrasado ao trabalho, e em seu horário de expediente, tente se dedicar exclusivamente às suas tarefas. E, o mais importante: reflita sempre sobre sua postura e analise o que pode ser melhorado.

Você começou a leitura desse texto com a grande pergunta: “Como conquistar meu primeiro emprego?”

Mas, agora, depois de tantas dicas, temos certeza de que você já sabe quais devem ser os seus primeiros passos em busca da sua primeira oportunidade de trabalho!

Vamos lá: elabore um currículo de arrasar, procure por oportunidades e, no dia da entrevista, apresente ao recrutador a sua melhor versão! Assim, em breve, você dará início à sua vida profissional!

E aí, já conseguiu seu primeiro emprego ou ainda está em busca dele! Deixe um comentário pra gente. Queremos te conhecer melhor!