A faculdade é um período de muita transformação e de amadurecimento em nossas vidas. Além de aprendermos muito com as disciplinas, professores, trabalhos e colegas, o começo de nossa jornada profissional se dá também nessa fase. Começar a procurar um bom estágio é, portanto, algo essencial para que você tire o melhor resultado possível da sua passagem pela graduação. E não há motivos para se sentir inseguro!

Mesmo que a insegurança em conseguir o primeiro estágio exista, você deve colocar à frente dela os benefícios de começar a trabalhar logo cedo. Além de ser uma oportunidade de conhecer pessoas, fazer contatos e aprender muito sobre o mercado de trabalho, fazer um estágio é também uma oportunidade de colocar em prática aquilo que, na faculdade, pode faltar — é muito normal que os cursos tenham uma maior parte teórica.

E aí, quer dar logo o primeiro passo para uma carreira brilhante? Então, dê uma olhada nas dicas que separamos para você!

1. Faça um bom currículo

É normal — e esperado — que você ainda não tenha muita experiência antes de pegar o seu primeiro estágio, mas um currículo é necessário e essencial para dar início a sua busca. Mesmo que essa experiência inexista ou seja pequena, qualquer contribuição é válida na hora de mostrar as suas habilidades em uma entrevista. E nem só de estágios ou empregos anteriores se faz um currículo!

Faça uma lista de projetos dos quais você já participou, como programas voluntários, trabalhos maiores do colégio ou atuação em empresa júnior, por exemplo. Além disso, coloque também nesta lista algum curso extracurricular que já fez e também seus conhecimentos em línguas estrangeiras e em computação, como domínio do pacote Office, programas de edição, etc. Isso dirá algumas coisas sobre você e, em uma seleção de estagiários, o currículo é sempre analisado.

2. Organize seu tempo

Não adianta começar a procurar um estágio se você não conseguirá conciliá-lo com a faculdade. Por isso, antes mesmo de começar a pesquisar por vagas, organize sua rotina e disponibilize um horário fixo que estará disponível para trabalhar e para estudar. Para isso, basta deixar sua faculdade toda em um turno só, não pegando matérias fora da grade e “espalhando” seu tempo.

Se você estuda de manhã, por exemplo, não pegue matérias à tarde. Deixe esse tempo para o seu estágio e, caso queira muito pegar uma optativa, deixe-a para o turno da noite. O mesmo raciocínio funciona para aulas noturnas: reserve o começo do dia para o estágio. Nem todas as empresas possuem horas flexíveis, e é preciso saber equilibrar essas duas atividades para se dar bem em ambas. Afinal, estudar deve ser sua prioridade!

3. Pense na sua área de atuação

Já dentro da sua graduação, é possível que você tenha em mente em qual área você deseja atuar quando formado. Caso já tenha algo definido, por exemplo, é interessante procurar por um estágio que já se volte para essa sua futura profissão.

Por outro lado, se você ainda não tem ideia de como quer construir a sua carreira e a qual ponto você deseja chegar, experimente! Não tenha medo de procurar por vagas diferentes e conhecer coisas novas até descobrir o que realmente quer fazer da vida. Mas procure ter um foco e tome cuidado para isso não te deixar mais perdido ainda. Uma orientação com um professor pode ajudar — e muito!

4. Comece a pesquisar as empresas

Procure e pesquise bastante por empresas nas quais você realmente gostaria de trabalhar. Isso pode ser feito tanto pela internet — em redes sociais como o LinkedIn, por exemplo — ou por meio da busca de referências com outras pessoas. Conhece alguém que trabalha na empresa dos seus sonhos? Converse com ela!

Muitas empresas ultimamente têm divulgado suas vagas também pelo Facebook, então, é interessante que você curta empresas de sua área nessa rede. Isso é bom também para que você conheça mais sobre a cultura dela e comece a consumir o conteúdo que ela fornece. Um candidato a estagiário informado e situado impressiona muito mais (e com razão)!

5. Verifique o que será desenvolvido

Não adianta nada trabalhar na empresa de seus sonhos depois de correr atrás do tão desejado estágio e, ao chegar lá, não desenvolver nenhuma habilidade. Existem muitos estágios em que a sensação descrita pelos jovens é de estagnação, monotonia, tédio e, pior do que isso, de estar fazendo parte apenas de um trabalho mecânico.

Um bom estágio é aquele em que você consegue desenvolver novas habilidades, colocar em prática o que você viu na teoria e, acima de tudo, amadurecer e se preparar para a sua carreira. Por isso, leia bem a descrição da vaga e tente conversar com o antigo estagiário que a ocupava ou com algum outro membro da empresa. Tenha certeza que você só tirará bons frutos de sua experiência!

6. Conheça seus direitos e deveres

Antes de entrar no seu estágio, é importante que você conheça a quê você tem direito e, além disso, o que deve ser feito obrigatoriamente, ou seja, os seus deveres. Tudo isso pode ser consultado na própria empresa que você entrará, com a comissão de estágio da sua faculdade ou por pesquisas na internet. Você tem direito, por exemplo, a benefícios como vale-transporte e vale-alimentação e a férias, tudo isso dependendo também de como a empresa coloca em prática. É importante que você deixe essas dúvidas acertadas na hora da entrevista!

Seus deveres estão relacionados às horas que você deve cumprir, e você assinará um contrato alegando estar ciente disso. Os estágios disponíveis são, geralmente, de 5h ou 6h, e você deve cumpri-las diariamente, de segunda a sexta-feira.

O turno pode variar e esse é outro aspecto que deve ser conversado e deixado claro na entrevista, bem como a remuneração, por exemplo — que deve ser, no mínimo, equivalente a um salário-mínimo.

Outro aspecto importante é que você pode relacionar seu estágio com a faculdade, e transformar suas horas trabalhando em créditos. Isso também pode ser resolvido com a sua comissão de estágio e, para que seja feito, deve haver um contrato entre ela e a empresa em que você trabalha.

Com as nossas dicas, conseguir seu primeiro estágio será uma experiência mais tranquila e, com certeza, você se sentirá ainda mais seguro para experimentar e correr atrás do que você deseja. Está passando por este momento de sua vida também? Então, não deixe de compartilhar suas experiências com a gente nos comentários!