Introdução

O mercado digital está com tudo no Brasil. Nos últimos anos, é possível observar o crescimento de áreas como o marketing digital, produção digital, e-commerce, serviços de plataformas online e muito mais.

Em parte, isso se deve justamente ao aumento da presença da tecnologia na vida das pessoas. Mais acostumadas com aquilo que é digital, as pessoas passaram a ter a tecnologia como parte de suas vidas. Isso é verdade para todas as classes sociais, idades e objetivos.

Como consequência, o mercado está em expansão e oferecendo cada vez mais oportunidades para quem deseja empreender. Antes de mergulhar no mundo de negócios digitais, entretanto, você precisa se preparar para ter sucesso.

Quer saber como fazer? Então, vem com a gente e confira como fazer a seguir!

O perfil do profissional empreendedor

Transformar-se no dono do seu próprio negócio é uma tarefa que exige, além de toda a preparação, o perfil certo. Reunir algumas características na sua personalidade faz toda a diferença para que você consiga vencer mais facilmente os desafios que vai encontrar pelo mercado.

A parte boa é que muitas características podem ser trabalhadas e desenvolvidas. Então, saiba que um profissional empreendedor precisa reunir aspectos como:

1. Independência

Quando você se torna dono do seu próprio negócio, ninguém mais é responsável pelos resultados, de uma forma geral, além de você. Por isso, é importante ser independente o bastante para conseguir se virar nas mais diferentes situações.

Você não pode depender de ordens, orientações e cobranças, porque, afinal, você é o chefe! Assim, é preciso ter atitude e iniciativa para tomar as decisões necessárias.

2. Dinamismo

Especialmente no mercado digital, as coisas mudam muito rapidamente. O que valia antes pode ficar ultrapassado em pouco tempo, enquanto novidades incríveis despontam no mercado.

Assim, é muito importante ser dinâmico para conseguir não apenas lidar com os problemas, mas encontrar soluções inovadoras sempre.

Nesse sentido, a curiosidade constante e o interesse em aprender sempre mais se destacam como características que ajudam o empreendedor a se manter sempre por dentro de tudo.

3. Perseverança

Mesmo quando você acha que está fazendo tudo certo, problemas podem surgir no caminho. Criar um negócio bem-sucedido, especialmente um negócio digital, não é tarefa fácil — ou, então, todos teriam o seu.

É preciso ter muita perseverança para vencer os obstáculos, aceitar possíveis derrotas e lidar com todas as questões que envolvem colocar o negócio nos trilhos do sucesso. Também é preciso saber atuar com estratégia, assim como agir no momento certo em busca dos resultados.

4. Comprometimento

Ninguém vai se importar tanto com o seu negócio quanto você mesmo. Por isso, é indispensável ter muito comprometimento com o negócio e com tudo que diz respeito a ele.

Muita gente acha que ser empreendedor é tornar-se chefe e ter muita flexibilidade e mordomia, mas o verdadeiro empreendedor sabe que ninguém trabalha mais do que o dono do negócio.

É indispensável ter horários, cumprir prazos e, principalmente, dar o exemplo para que eventuais outros funcionários também se comprometam.

5. Organização

Imagine administrar um negócio em meio ao mais completo caos, com bagunça e informações espalhadas por todos os lados. Difícil, não é? É por causa disso que o empreendedor precisa ter um senso de organização bem forte.

Isso vai permitir um bom planejamento e também um acompanhamento do negócio de modo a maximizar os resultados. De quebra, a organização evita imprevistos e situações que poderiam ser evitadas.

A necessidade de se preparar para o mercado

O mercado digital é bastante competitivo, especialmente com a expansão contínua da internet e da tecnologia de maneira geral.

Embora isso abra várias oportunidades para que você salte dentro dele, é preciso ter muita preparação para conseguir ter o máximo de chances de ser bem-sucedido na empreitada.

Portanto, é fundamental se preparar antes mesmo de começar o negócio, e para isso são indicadas ações como:

1. Entender como funciona o mercado

É fundamental compreender que ter um negócio digital não é a mesma coisa que ter um negócio físico. Ter um e-commerce e uma loja física, por exemplo, são coisas completamente diferentes.

Por isso, o primeiro passo consiste em compreender como funciona o mercado de uma maneira geral, buscando entender como o seu negócio vai se encaixar em toda essa dinâmica. Essa é uma forma de evitar surpresas desagradáveis ou que você não consegue controlar adequadamente.

2. Estudar o público e a concorrência

Outro ponto importante consiste em estudar o público e também a concorrência. Veja como os consumidores se comportam e, principalmente, confira se há público para o negócio que você pretende abrir.

Analise também a concorrência para compreender se um nicho está muito ou pouco ocupado. Assim, dá para entender como o negócio deve se posicionar para se destacar e conquistar os clientes.

3. Conhecer as projeções para o futuro

As projeções para o futuro do mercado não devem ser ignoradas, porque elas dão uma ideia do que o seu negócio pode esperar. O e-commerce no Brasil, por exemplo, deve crescer mais de 43% até 2020.

Esse tipo de informação é importante para que seja possível compreender onde é mais promissor investir e qual será o provável cenário no futuro. Embora negócios digitais estejam, em geral, em ascensão, vale a pena conhecer as projeções para a atuação específica do negócio.

As especificidades do mercado digital

Um dos motivos que fazem o mercado digital ser tão promissor é o fato de que ele tem características únicas. É graças a essas especificidades, inclusive, que ele é tão atrativo e, no geral, elas incluem fatores como:

1. Transformação constante

Pense no celular mais vendido 10 anos atrás e olhe agora para as prateleiras de eletrônicos. Ou pense, então, nos aplicativos que estouraram seis meses atrás e que hoje já não fazem tanto sucesso.

Além disso, reflita sobre como faz muito pouco tempo que conhecemos o universo on demand, apresentado principalmente por Spotify e Netflix.

Todos esses pontos ajudam você a perceber que esse mercado está em uma transformação constante, provavelmente acima de qualquer outro mercado. Com isso, ao entrar nesse ramo, a sua solução precisa ser adaptável o suficiente se o objetivo é garantir a continuidade em longo prazo.

2. Conectividade de qualquer lugar

Segundo o IBGE, o celular tornou-se a forma preferida de acesso à internet nos lares brasileiros. A invasão do mobile, inclusive, não acontece só no Brasil, mas também em todo o mundo.

Com cada vez mais conectividade, uma das tendências é o da Internet das Coisas, em que objetos do cotidiano estarão cada vez mais integrados à internet.

Para os negócios digitais, a grande especificidade ligada a esse ponto consiste justamente na mobilidade de dados e de acesso. Não apenas você pode gerenciar um negócio digital de maneira mais fácil e mais móvel, como, em geral, os clientes chegam mais facilmente de forma móvel.

3. Versatilidade de atuação

Além de tudo, o termo “mercado digital” é apenas uma forma genérica de tratar sobre possibilidades muito amplas. Diferentemente de outros setores que são mais estritos sobre o que é vendido ou como é vendido, o mercado digital oferece uma grande versatilidade de atuação.

Isso permite que seja possível explorar pontos diversos desse mercado, inclusive com uma mesma solução. Quem desenvolve uma plataforma de gerenciamento, por exemplo, pode se voltar tanto para atender à indústria quanto ao varejo, além de usar esse tipo de solução para criar outras possibilidades.

4. Efemeridade do consumo

Estando na era digital, a grande quantidade de transformações acaba colaborando para que o consumo seja mais efêmero. Se antes, com negócios físicos, era mais fácil garantir a fidelidade do cliente, hoje o consumidor está a apenas alguns cliques de distância de encontrar uma oportunidade ou um preço melhor.

Um negócio nesse mercado, portanto, precisa se focar em buscar formas de criar e fortalecer o relacionamento com os clientes, buscando formas de aumentar a fidelização.

A importância de criar vantagem competitiva

É fato: o mercado de negócios digitais é tão promissor e tão vantajoso que não é nenhuma surpresa que cada vez mais pessoas estejam entrando nele.

Apesar de isso colaborar para a sua expansão, também é algo que aumenta a competitividade — e, pode acreditar, a concorrência é feroz.

Assim, um dos pontos mais importantes ao entrar no mercado é criar uma vantagem competitiva. A criação dessa vantagem se justifica por questões como:

1. Garantir destaque da concorrência

Em primeiro lugar, uma vantagem competitiva garante que o seu negócio digital se destaque dos concorrentes. Ao oferecer melhor atendimento, qualidade diferenciada ou preços muito atrativos, por exemplo, o seu negócio sai à frente dos demais e se posiciona como uma ótima escolha para os clientes.

Isso favorece a realização de novas vendas, o que contribui para o faturamento, e também ajuda a marca a se fixar mais facilmente junto aos consumidores.

2. Favorecer a geração de renda recorrente

Apesar de a vantagem competitiva ser relevante para conseguir vendas para clientes novos, ela é ainda mais importante quando se considera a renda recorrente.

Com um atendimento de qualidade, por exemplo, é mais fácil encantar os clientes e fazer com que eles se tornem fiéis ao negócio. Assim, eles vão comprar outras vezes e vão gerar renda recorrente.

3. Oferecer robustez para o empreendimento

Além disso, ter uma vantagem competitiva oferece robustez para o empreendimento, ou seja, aumenta as chances de que ele consiga se manter no mercado por muito mais tempo.

Ao conseguir se destacar da concorrência, é possível atrair continuamente novos clientes e manter o faturamento lá em cima. Sem contar que a receita recorrente é importante para fazer previsões financeiras, o que ajuda na realização de investimentos mais assertivos e com mais retorno.

A graduação como uma formação essencial

É bem verdade que há diversos casos de empreendedores que alcançaram o sucesso e, mesmo assim, não possuem um diploma. Porém, é importante considerar que, daqui para frente, a tendência é que o mercado se torne cada vez mais competitivo — e, portanto, exigente no quesito qualificação.

Em um cenário assim, qualquer diferencial é importante. Uma graduação, por sua vez, é mais do que um pequeno ponto, já que ela oferece todas as bases técnicas e de conhecimento para que um negócio tenha todas as chances de sucesso.

São 3 os principais pontos que fazem a graduação ser tão estratégica para quem deseja ser dono do próprio negócio:

1. Oferece conhecimentos aprofundados

Para começar, em uma graduação, você vai ter uma abordagem muito mais ampla, completa e aprofundada sobre conhecimentos específicos. Você vai poder dissecar processos, conceitos e atividades que impactem o sucesso do seu negócio.

Esta é uma característica importante porque é justamente o tempo da graduação que a torna muito mais aprofundada que um curso livre e mais curto. Com isso, você consegue ficar muito mais preparado do que quem tem que aprender o empreendedorismo na tentativa e erro.

2. Permite experiências em um ambiente controlado

Empreender, em geral, é uma tarefa que envolve alguns riscos, independentemente do mercado. Na graduação, por outro lado, você pode fazer testes e experiências, tendo um gostinho da vida real, em um ambiente controlado.

Dá para participar de grupos de atividades extracurriculares, organizar eventos ou mesmo colocar o empreendedorismo em prática em diversas atividades da faculdade. Além de tudo, você vai aprender como colocar em prática diversos processos, o que vai colaborar para que você aprenda sem correr o risco de perder dinheiro, por exemplo.

3. Favorece a ampliação da rede de contatos

Outra coisa que a graduação pode fazer pela sua atividade empreendedora é a possibilidade de ampliar a rede de contatos. Entre professores, funcionários e colegas, é possível conhecer muitas pessoas que podem ajudar você na sua profissão.

Além disso, marcar presença em eventos ligados à graduação faz com que você possa conhecer ainda mais pessoas. Eventualmente, eles podem ser úteis para que você consiga conquistar resultados ainda melhores.

4 cursos indicados para empreendedores

Apesar de a graduação ser importante, não existe, por si só, um curso voltado apenas para o empreendedorismo. Estando no mundo do mercado digital, entretanto, alguns cursos se destacam e dentre eles estão:

1. Administração

A graduação em Administração é, possivelmente, a mais clássica quando se fala em cursos para empreendedores. Este curso vai permitir que você tenha uma visão completa de modelos gerenciais, uso de ferramentas financeiras e tomada de decisão de uma maneira geral.

É uma opção especialmente importante para que você consiga lidar com a burocracia e com a parte “escondida” do negócio, mas que é indispensável para o seu funcionamento.

2. Publicidade e Propaganda

Estruturar corretamente o negócio é importante, mas também é fundamental fazer com que ele seja encontrado pelos clientes. Com isso, outra boa possibilidade é o curso de Publicidade e Propaganda. Estando no mercado digital, é especialmente útil que ele traga uma abordagem sobre marketing digital.

A partir dos conhecimentos obtidos por este curso, você vai conseguir entender de questões como branding, promoção de marca, captação e fidelização de clientes de maneira criativa.

3. Processos Gerenciais

Para conseguir dar conta de tudo sobre o negócio de maneira muito melhor, outra possibilidade de curso é o de Processos Gerenciais. Uma das grandes vantagens desta opção é que se trata de um curso tecnólogo, portanto, leva menos tempo para ser concluído.

Além disso, após realizar este curso, você consegue compreender melhor quais são os processos que mais precisam de atenção, assim como passa a compreender como deve agir sobre eles.

4. Análise e Desenvolvimento de Sistemas

Estando no mercado digital, pode ser que você deseje desenvolver uma ferramenta, como uma plataforma ou um sistema específico. Porém, sem os conhecimentos necessários, pode ser bem caro tirar a ideia do papel.

Nesse sentido, outra boa possibilidade inclui o curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas. Assim, vai ficar mais fácil oferecer um produto digital de qualidade ou, no mínimo, cuidar da parte operacional do negócio digital.

A demanda pela atualização constante

Como você já viu, o mercado digital está em constante modificação. Tendências surgem com bastante frequência, e o período para que algo se torne obsoleto nunca foi tão pequeno.

Dessa forma, somente fazer a graduação não vai garantir o sucesso do empreendimento, já que você precisa se manter atualizado em relação às novidades do mercado.

Por isso, uma das práticas mais importantes consiste em buscar novas e atualizadas informações sobre o que está acontecendo no mercado. Entre as possibilidades estão:

1. Acompanhamento de veículos especializados

Ficar de olho nos principais veículos de informação relacionados ao seu negócio e ao mercado digital em geral é especialmente importante. Por meio desses locais, você receberá informações relevantes que vão de estudos e tendências até notícias que ajudam você a ficar por dentro de tudo.

Nesse caso, vale a pena acompanhar revistas e publicações, além, é claro, de sites e blogs especializados no assunto.

2. Presença em eventos

O mercado digital tem feito cada vez mais eventos para empreendedores e profissionais da área no Brasil. Esses eventos reúnem diversos palestrantes e figuras importantes do mercado, trazendo abordagens completas sobre o presente e o futuro do mercado.

Além de serem ótimos espaços para fazer novos contatos, esses eventos também trazem insights poderosos e informações valiosas e atualizadas. Indo frequentemente a eles, você garante que sempre vai estar por dentro de tudo.

3. Atualização e aumento do nível de conhecimento

Fazer uma graduação é importante? Sim, muito! Porém, a partir do momento que você a conclui, o mercado digital faz com que os seus conhecimentos se tornem progressivamente obsoletos.

Embora meios especializados e eventos do ramo ajudem a manter o nível de conhecimento, ainda é necessário buscar novas formas de aprofundar e atualizar o conhecimento.

Portanto, vale a pena pensar em cursos e também em especializações diversas que não apenas vão aumentar o nível do seu conhecimento, mas também vão garantir informações atualizadas.

A importância da especialização

A especialização, portanto, é um fator muito importante para quem busca o sucesso. Com a especialização, você vai ter acesso a informações ainda mais aprofundadas do que na graduação e que permitem ainda mais que você obtenha uma vantagem competitiva.

Ao buscar a educação continuada, você, eventualmente, se torna um especialista completo no assunto. A partir disso, fica muito mais fácil ter um negócio de sucesso, ainda mais no mercado digital.

Além disso, com tanta informação, também fica mais fácil conseguir agregar mais valor àquilo que você pretende oferecer ao seu público.

Como as especializações são frequentemente atualizadas, não apenas você tem a chance de obter conhecimentos que estão em dia com a prática atual, como também pode sair na frente ao se especializar em áreas que ainda estão começando a se desenvolver.

Empreendedores do mercado digital que investiram em se especializar em marketing digital no Brasil em 2010, por exemplo, certamente saíram na frente dos demais. Para tanto, você tem duas opções principais:

1. Pós-graduação

A pós-graduação, como o nome mesmo indica, é uma extensão do curso principal que você fez para a sua formação superior. Ela tende a ser um pouco mais longa e também pode aparecer em forma de MBA, no caso de a graduação ter sido na área de Administração.

Além disso, os conhecimentos tendem a ser mais aprofundados e é uma boa forma de se tornar um especialista no assunto de maneira focada.

2. Cursos de aperfeiçoamento

Já os cursos de aperfeiçoamento permitem que você ganhe novos conhecimentos de maneira mais rápida e dinâmica. Assim, é uma opção especialmente recomendada quando você nota uma tendência no mercado e precisa do máximo conhecimento possível o quanto antes.

Como consequência, é uma forma de sair na frente dos concorrentes. Além de tudo, pode ser feito junto à pós-graduação, garantindo que você tenha o máximo de conhecimento integrado.

Conclusão

Para dar certo no mercado de negócios digitais, você deve, em primeiro lugar, alinhar o seu perfil com o de um empreendedor e conhecer as características do mercado digital. Em seguida, faça uma análise do mercado e de suas possibilidades para ter mais segurança.

Parta, então, para a busca de conhecimento. Nesse sentido, uma graduação é de especial ajuda e a especialização é importante para que você cumpra com a necessidade de manter a atualização constante sobre tudo o que está rolando. Com tudo isso em prática, fica muito mais fácil ser um empreendedor bem-sucedido!

E já que a graduação é um dos pontos mais fundamentais, que tal conhecer uma faculdade com tudo o que você precisa? Entre em contato com a Unimonte e veja como preparar o seu futuro!