O estágio é, muitas vezes, a primeira oportunidade que um jovem tem de ganhar e acumular dinheiro. Depois de muito esforço, enfim, essa oportunidade profissional pode ser considerada uma grande conquista — também financeira.

No entanto, pouca gente ainda se preocupa em dar um bom destino para esse montante. A bolsa-auxílio nem sempre dá para resolver pendências financeiras, mas esse valor pode ajudar bastante a organizar o orçamento do estagiário.

Assim, separamos algumas dicas e muitas ideias que vão te ajudar a fazer algo legal e muito proveitoso com o seu salário. O importante é se permitir com muita responsabilidade e se planejar. Quando nos organizamos antes do tempo, nossos objetivos ficam mais claros e conseguimos nos focar mais para atingi-los.

Vamos lá?

Antes de tudo, organize o seu orçamento

Tenha consciência de tudo o que você gasta e adeque seu orçamento de modo com que ele caiba dentro do que você ganha. É ideal respeitar isso, afinal, gastos a mais são dificilmente controlados.

Sendo assim, estabeleça cotas de gastos para transporte, para alimentação, para diversão, enfim, para tudo o que você precisa de dinheiro para realizar. Assim, você consegue ter um controle maior sobre a parcela que você pode poupar.

Uma planilha pode te ajudar — e muito! — nessa tarefa. A disciplina, é claro, deve ser levada muito em conta, já que, na maioria dos momentos, é preciso seguir o seu planejamento à risca: nem um gasto a mais, nem um a menos.

Proporcione prazer e bem-estar para você mesmo

Se possível, separe também uma fatia do salário que você ganha no estágio para realizar um sonho, o qual você dificilmente colocaria em prática se não estivesse ganhando o seu próprio dinheiro.

Pode ser uma academia bacana, uma viagem no fim do ano, um jantar especial todo o mês, roupas que há tempos você queria. Tudo isso vai ajudar a te manter confiante e feliz com suas próprias conquistas. Não há sensação melhor que depender apenas de si mesmo para realizar um desejo antigo. Concorda?

Além de tudo, isso será muito importante para o seu bem-estar. Afinal, todo mundo sabe que não é nada fácil conciliar faculdade e estágio. Aliás, clique aqui para saber como levar com leveza esse desafio da sua vida acadêmica e profissional! Nem sempre pode ser tão fácil, mas, sem dúvida, é extremamente proveitoso.

Livre-se de dívidas o mais rápido possível

Talvez, você tenha acumulado dívidas feitas no passado e ganhar seu dinheiro significa que você pode agora se planejar para quitá-las. Se estudou com crédito estudantil, comece a se livrar desse gasto — você pode começar pagando apenas os juros do financiamento.

A partir daí, você terá mais facilidade em acumular o que você ganha e ficará mais tranquilo em relação à sua vida financeira. Lembre-se que dívidas podem virar bolas de neve e, quanto antes você se livrar delas, mais controle você pode ter sobre o seu fluxo financeiro.

Vislumbre seu futuro

Aproveite todo o gás que você tem na juventude para acumular um dinheirinho que dê sossego na velhice. Portanto, conheça planos de previdência e aposentadoria e deposite parte de seu salário neles.

Quando você estiver mais velho e mais cansado, você terá muito orgulho de sua escolha e de sua iniciativa no passado. O futuro pode parecer uma realidade distante, mas é muito importante se organizar para que ele seja o mais tranquilo possível nesse aspecto.

Quanto mais rápido você começar a contribuir, mais rápido se aposentará. É bom lembrar que esse dinheiro não precisa ser uma enorme quantia — os bancos e as seguradoras costumam oferecer serviços em que o investimento mensal cabe no bolso. Vale muito a pena investir, dessa forma, o dinheiro do seu estágio!

Invista

Antes de tudo, é bom deixar claro que você não é, de maneira nenhuma, muito jovem para pensar em ações e em fundos. Comece a pensar nessa possibilidade. Sim, você pode investir parte do seu salário em aplicações financeiras. Elas podem ser capazes de render uma grana a mais, em um prazo mais curto ou mais longo. Pense que isso pode ser um bom começo!

Uma dica é contar com ajuda de alguém que entenda da área. Ela poderá te ajudar a escolher qual tipo de investimento é o melhor para o seu perfil, dependendo do retorno que você deseja. Arrisque-se, mas sempre sabendo onde está pisando.

Ajude os seus pais e os seus familiares

Há períodos da vida em que podemos estar mais bem estruturados financeiramente que nossos pais. Por que não, então, já que você está ganhando uma grana, ajudá-los a pagar aquela conta, a resolver aquela parcela do carro ou colaborar com o aluguel?

É uma forma ótima e muito gratificante de ajudar quem sempre esteve ao seu lado e nunca pensou duas vezes na hora de te amparar. Mesmo uma pequena quantia pode fazer uma grande experiência. Basta saber como utilizá-la.

Pense em fazer um intercâmbio

Sim, um período fora do país para aprender novas habilidades ou cursar uma outra língua é muito valorizado no mercado. Engana-se quem acha que isso ainda custa muito caro ou demanda muito tempo.

Às vezes, em uma simples férias, você consegue ter essa experiência. Com um bom planejamento, é possível realizar seu sonho. Agora que você ganha seu dinheiro, por que não pensar nisso? Logo, você estará formado e, se possuir uma vivência como essa, estará ainda mais completo.

Consulte agências e procure por condições que viabilizem o cumprimento dessa meta. Uma experiência profissional ou acadêmica fora do país pode agregar bastante ao seu currículo e pode te render ótimas oportunidades de emprego depois que você se formar.

E aí, gostou das dicas? A boa notícia é que, com um bom planejamento, é possível colocar todas elas em prática. Dá para aproveitar ao máximo o dinheiro que você ganha no estágio, direcionando melhor onde você o aplica.

Se você já adota ou está pensando em adotar um desses conselhos, deixe seu comentário abaixo! Vamos gostar muito de saber o que você está pensando!