O tempo transcorrido entre o fim do ensino médio e o ingresso em uma faculdade pode variar de pessoa para pessoa. Alguns tentam vários vestibulares antes de conseguirem aprovação. Outros são aprovados assim que se formam no terceiro ano e quase não têm descanso dos estudos. Há também aqueles que, de propósito, preferem tirar um tempo para se preparar para as provas, pensar sobre as vagas e o tão sonhado sucesso na carreira.

Dá para entender porque eles fazem isso: escolher uma carreira é uma decisão para a vida inteira e dá um certo medo decidir assim, de uma vez. Bom, ninguém é infalível e aquele seu colega que saiu da escola direto para uma faculdade pode simplesmente chegar à conclusão de que está no curso “errado”.

Neste texto vamos te provar que, na verdade, não existem cursos “certos” ou “errados”. Fique com a gente até o fim e saiba por que fazer faculdade é importante para o seu sucesso. Acompanhe:

Para reunir estabilidade financeira e prazer com o que faz

Vamos começar logo pelo que interessa: mesmo que seu foco com a graduação não seja apenas ganhar dinheiro, apostamos que em algum momento do seu processo de decisão você já se perguntou se é possível ter uma vida confortável com a profissão que escolheu.

Essa questão é polêmica e, para ter 100% de certeza de alguma coisa, você vai precisar experimentar. A dica aqui é que, como em tudo na vida, o meio-termo costuma ser o melhor caminho. Tente reunir numa profissão dois objetivos: um bom retorno financeiro e o amor pelo que faz. Trabalhar só por dinheiro pode deixar a sua vida muito sem graça, mas ser um excelente profissional na sua área e continuar ganhando mal também pode ser extremamente desestimulante.

Dizem que a “a vida é um livro aberto” e a melhor forma de compreender melhor a sua vida é ler algumas páginas. Então, é muito recomendável que você tenha contato com um curso superior. Essa é a melhor forma de compreender a área que você pretende seguir, convivendo com outros colegas com os mesmos desejos e com professores que estão na área há muito tempo.

Porque os melhores empregos ficam com quem faz faculdade

É claro que há exemplos de pessoas que se tornaram felizes e bem-sucedidas sem um curso superior. Mas não se iluda: elas são exceções. Não espere para averiguar isso numa entrevista de emprego, pois pode ser frustrante.

Muitos recrutadores não estão tão interessados no fato de você ter feito um curso superior na mesma área em que trabalha — hoje em dia, habilidades de outros campos profissionais são interessantes para um emprego —, mas ter se formado em alguma coisa mostra que você se esforça, tem paixão pelo conhecimento e está disposto a investir em si mesmo como profissional.

Além disso, profissionais graduados ganham melhor que outros que não fizeram curso superior, até mesmo quando ambos desempenham a mesma função na mesma empresa. E, em muitos casos, trabalham menos horas também. Lição do dia: além de fonte de conhecimento e informação, a faculdade é um investimento.

Porque a faculdade permite sucesso na carreira pública

Você já deve ter reparado: os maiores salários e a maioria das vagas em concursos públicos são destinados a profissionais que fizeram um curso superior. E quem não está interessado em bons salários aliados a estabilidade financeira e um plano de carreira?

Assim como o que acontece com algumas vagas nas empresas privadas, há muitos casos em que um concurso público não pede um curso específico como requisito. Mais um motivo para fazer faculdade, ainda que você não esteja 100% certo de qual curso pretende fazer.

Porque um curso superior abre as maiores e melhores oportunidades

Uma graduação é uma porta para muitas oportunidades — e não estamos falando apenas do seu currículo. Numa faculdade, você vai conhecer pessoas que serão muito importantes para o seu futuro profissional, o que costumamos chamar de networking.

Professores e colegas de turma formam a sua primeira teia de relações profissionais. Eles conhecem as suas habilidades nas tarefas do curso e podem te fazer boas indicações. Isso não é pouco, ainda mais para aqueles que ainda não têm a experiência do primeiro emprego.

E as oportunidades não param por aí. Muitas vezes o seu campo profissional perfeito pode surgir diante de seus olhos e você ainda pode ganhar algum dinheiro já nesse primeiro contato. É o caso das bolsas de estudo e vagas de mestrado e pós-graduação.

Ingresse em uma faculdade e estabeleça, naturalmente, uma rede de relações muito benéfica para a sua carreira. O dia a dia acadêmico transpira conhecimento até mesmo fora das bibliotecas e salas de aula. Você não tem ideia de quanta coisa útil vai aprender apenas em conversas informais com colegas e em palestras e apresentações de trabalho.

Para saber quais são os seus interesses

É muito comum ouvirmos de estudantes de pré-vestibular que têm medo de errar na escolha do curso de graduação. Todos acreditam que seja uma enorme perda de tempo estudar sem saber o que querem mesmo, mas na verdade não é. Muitas vezes o contato com o meio acadêmico ajuda um aluno a optar por uma área de atuação que ele nem sabia que existia antes de entrar lá! Não dá pra escolher uma profissão sem fazer algumas experiências, não é mesmo?

É importante que você não tenha medo de dar esse primeiro passo, já que ele é uma porta de entrada para um universo de possibilidades. Leia a respeito, entenda como funcionam os cursos pelos quais tem interesse e faça uma pesquisa sobre as possibilidades profissionais (e também financeiras) que ele oferece.

Mas não fique apenas reunindo informações e fazendo suposições. Experimente! Muitas das maiores descobertas que fazemos na vida têm um dedinho do acaso.Seja arrojado e o seu sucesso na carreira estará garantido!

Acha que esse texto ajudou nas decisões que está perto de tomar? Conseguiu traçar um plano para começar sua carreira acadêmica? Que tal tirar um tempinho e conversar com um de nossos profissionais, que vai te explicar melhor como funciona o curso de graduação que você está pensando em fazer?