Já pensou em fazer algum trabalho voluntário? A prática pode ser muito mais positiva para você e para sua carreira do que você imagina! Isso porque realizar atividades de cunho social pode auxiliar no desenvolvimento de habilidades e conceitos de solidariedade, amor ao próximo, respeito e união.

Além disso, o simples prazer de ajudar faz bem para o equilíbrio emocional do ser humano, pois, ao se sentir útil para alguém, você acaba se sentindo reconhecido pelo seu valor. Em consequência disso, você se fortalece para enfrentar as mais diversas situações e testa sua capacidade de resolver problemas, visando o bem comum de todos.

Tem dúvidas de que ter algum trabalho voluntário no seu currículo é benéfico para sua carreira? Então, se ligue em algumas dicas para se tornar voluntário:

Realce seu sentimento de solidariedade

Para ser voluntário, a vontade tem que vir do coração, ou seja, é necessário fazer algum trabalho com o qual você se identifique e goste — do contrário, não estará te acrescentando em nada.

O primeiro ponto de estar disposto a ser voluntário é exatamente não se preocupar em um retorno financeiro, e fazer, pelo simples prazer de amar o que faz e ajudar o próximo. Isso desperta a iniciativa, a vontade de resolver conflitos e realça seu espirito de solidariedade. Quem não quer ter alguém proativo e bondoso na empresa que trabalha? Pontos para o currículo.

Amplie horizontes

O trabalho voluntário naturalmente te faz ter contato com outras realidades diferentes da sua. Isso te obriga a enxergar as situações de outras formas, já que, ao abrir a mente para outros universos, você adquire aprendizados e experiências de vida jamais imaginados antes.

A criatividade e a sabedoria ficam aguçadas e atuam juntas na construção de soluções para os problemas. Já diria Einstein, “a mente que se abre a uma nova ideia jamais voltará ao seu tamanho original”. Por isso, amplie os olhares — sempre!

Ganhe pontos na faculdade e na carreira

Sabia que existem atividades voluntárias que contam “pontos” na conclusão de curso na faculdade? As horas destinadas a atividades extracurriculares são obrigatórias na faculdade e podem ser descontadas de diversas maneiras.

Realizar algum trabalho voluntário é uma dessas. Comece com uma atividade prazerosa para fazer o bem a si mesmo e aos outros — ou seja, dois coelhos com uma cajadada só, já diria o ditado! Sem contar que nada melhor aos olhos de um possível chefe ver que você se esforçou o dobro nos tempos da faculdade para realizar um trabalho não remunerado, certo?

Fique em vantagem nos processos de promoção de cargo

Quem faz trabalho voluntário acaba se destacando internamente nas empresas e isso pode garantir algumas vantagens, inclusive, na hora de tentar uma promoção, por exemplo. Já que, ao avaliar o desempenho do funcionário, as empresas verificam as atividades em que ele se empenha fora do ambiente de trabalho.

E, obviamente, se dedicar ao próximo mostra o interesse desse individuo em fazer a diferença em um mundo ainda muito individualista. Fora que, geralmente, esses indivíduos desenvolvem capacidades de liderança e de colaboração essenciais para o crescimento de uma empresa.

Valorize o trabalho voluntário

O trabalho voluntário pode despertar posturas fundamentais para o desenvolvimento da sua carreira. Em uma entrevista, por exemplo, o recrutador pode testar até que ponto você vestiria a camisa da empresa.

Se te perguntarem se você faz trabalho voluntário e você afirma que sim, dizendo que o faz pelo simples prazer de fazer, é diferente do que por obrigação, concorda? Esse amor ao trabalho pode demonstrar que você está preparado para realizar suas atividades com determinação e excelência.

Comece o quanto antes

Assim que reconhecer a importância de fazer algum trabalho voluntário, procure se informar sobre quais lugares oferecem essas oportunidades e se planeje para começar o quanto antes! Quanto mais cedo você se dedicar a um trabalho, ainda mais no início da carreira, melhor para o seu aprendizado e, consequentemente, para o seu currículo.

Como no início as pessoas geralmente não possuem experiência, realizar um trabalho voluntário pode contar como experiência pra você. Fique atento e mãos à obra!

Aproveite o convívio com pessoas diferentes

Outro ponto positivo de optar pelo trabalho voluntário é possibilidade de conviver com pessoas diferentes e trocar experiências com quem não é da sua área. Isso enriquece a sua bagagem de conhecimento e estimula o aprendizado por assuntos que talvez você nem tivesse interesse.

O crescimento intelectual acompanha o profissional, afinal, ser reconhecido por ter consciência e responsabilidade social é algo excelente para sua carreira.

Participe de ações voluntárias

Participar de ações voluntárias pode ser uma das maneiras de exercer essa modalidade de trabalho. Geralmente, estas iniciativas não são semanalmente fixas, portanto, se o problema for tempo, você pode se programar com antecedência para ajudar.

O “Varal de Calçada” é um exemplo de iniciativa voluntária da UNIMONTE, que visa arrecadar peças de roupas para pessoas que não têm condições de comprar. Que tal investir em ações solidárias na sua comunidade ou na sua faculdade? Já é um bom começo!

Existem várias atividades voluntárias que podem ser feitas até mesmo online, nos laboratórios das próprias faculdades. Nelas, ideias inovadoras podem ser colocadas em prática a fim de ajudar as pessoas. Ensinar alguma matéria online que você tenha facilidade, por exemplo, já é uma maneira de ajudar e de ser ajudado.

Ocupe seu tempo livre com essas atividades

Aproveite aquele tempo livre entre um horário vago e outro e comece a se dedicar a alguma prática voluntária. Outra boa dica para conciliar o trabalho com a faculdade, seja esse trabalho voluntário ou não, é dividir as suas tarefas.

Tenha em mente as que necessitam de uma atenção maior e as que não tomarão tanto tempo assim e, a partir disso, monte sua rotina. Organize suas atividades e seus estudos e estabeleça suas prioridades diárias. Dessa forma, você pode otimizar e aproveitar o seu tempo.

Viu como um trabalho voluntário pode ser ótimo para sua carreira? Você já se envolve com iniciativas voluntárias no seu dia a dia? Tem alguma sugestão para os demais leitores? Conta pra gente nos comentários.