Quando você ouve falar sobre trabalhar com sustentabilidade, a primeira coisa que vem à sua cabeça é o cuidado com o meio ambiente, certo? Isso não é à toa: a sustentabilidade está muito ligada à preservação dos recursos naturais.

Recentemente, com a ISO 14001 (uma norma que obriga as empresas a desenvolverem práticas sustentáveis, como dar um destino correto para o lixo produzido e diminuir o impacto das suas ações sobre rios e lagos, por exemplo), a busca por profissionais da área cresceu e muito!

Se você está interessado por esse assunto, a boa notícia é que as suas possibilidades de sucesso profissional e financeiro são muito grandes! Neste texto vamos te dar alguns bons motivos para deixar suas dúvidas de lado. Veja por que a sustentabilidade é a opção certa para o seu futuro profissional:

A ação sustentável é fundamental para qualquer empresa

Esqueça aquele clichê de que a função do profissional da área de sustentabilidade é uma coisa genérica de “cuidar do meio ambiente” ou “praticar filantropia”. Para que você tenha uma ideia, hoje, quase todas as empresas de médio ou grande porte têm um time de profissionais voltados exclusivamente para a sustentabilidade e, o que é melhor: eles vêm de várias áreas diferentes.

A sustentabilidade é discutida nas finanças da empresa, na área de recursos humanos, na pauta das reuniões sobre questões ambientais e há até mesmo profissionais da área de administração envolvidos com ela.

Existe a possibilidade de trabalhar com sustentabilidade em várias áreas

Os campos de atuação da área de sustentabilidade, como dissemos, não são tão óbvios quanto se imagina. O melhor exemplo disso é o gestor ambiental. Esse profissional é da área de administração e trabalha como um executivo dentro das empresas, se certificando de que todos os seus procedimentos estejam totalmente de acordo com as normas ambientais atuais.

Outro campo de atuação desconhecido para o profissional dessa área é o da economia: o economista deve, claro, ajudar a manter a saúde financeira da empresa. Porém, ao mesmo tempo, ele se responsabiliza pelos recursos necessários para os projetos sociais (muitos previstos por lei) e como conciliar essas duas coisas. Há muitos casos de economistas especializados em conciliar práticas de preservação do meio ambiente com os gastos orçamentários das empresas.

A área da sustentabilidade também passa pelos recursos humanos: esse setor cuida das pessoas, que são a base de qualquer ação em uma empresa. Nunca é demais lembrar: também é necessário que as relações entre seres humanos sejam sustentáveis, isso é, que respeito, ética e bom relacionamento ajudem a manter essas relações por muito tempo. Só seres humanos que se respeitam vão respeitar a natureza!

Por último, claro, há ainda o trabalho ambiental que todos conhecem. Biólogos, engenheiros ambientais, geógrafos, engenheiros químicos, vários profissionais já estão nesse campo de atuação. E o número só tende a aumentar!

Há vários cursos superiores voltados para a área

Como a área da sustentabilidade cresce e já se torna conhecida e necessária, muitos cursos superiores já oferecem uma formação direcionada especificamente a ela. Vamos ver alguns:

Oceanografia

Embora o nome lembre apenas oceano, e o oceanógrafo de fato estude os fenômenos aquáticos no fundo do mar, sua formação também inclui rios, lagos e qualquer meio aquático.

O impacto do lixo, substâncias químicas e outras ações invasivas do homem nesses ambientes ainda são pouco conhecidos. Por isso, a profissão do oceanógrafo, que é quem organiza, planeja e põe em prática pesquisas a esse respeito, é muito importante para o desenvolvimento de ações sustentáveis. Empresas e entidades de todo tipo já contratam oceanógrafos para prestarem consultoria ambiental.

Biomedicina

Essa profissão não deve ser confundida com a do médico. O biomédico atua em hospitais, clínicas e laboratórios, pesquisando e realizando análises laboratoriais com substâncias e medicamentos.

Justamente por esse conhecimento aprofundado das áreas de Química e Biologia é que o biomédico pode atuar numa área chamada biossegurança, pesquisando formas de controlar ou evitar totalmente o risco que certas substâncias representam para o meio ambiente.

Engenharia Ambiental

Com o trabalho totalmente voltado para o desenvolvimento sustentável, a Engenharia Ambiental já ficou conhecida como “a profissão do futuro”. Precisa dizer mais alguma coisa? Esse profissional está capacitado para planejar e colocar em prática projetos como redes de tratamento de água e de resíduos, entre vários outros.

Mas fique atento: embora muito requisitados ultimamente, os profissionais da área de sustentabilidade encontram dificuldade em começar sua vida profissional, já que as empresas costumam exigir experiência na área. E como a área é nova e abrangente, os profissionais têm dificuldade de conseguir essa experiência inicial.

Para não cair nesse círculo vicioso, recomendamos que, caso você se decida por uma dessas áreas acima, procure uma instituição de ensino que reforce uma formação prática e permita, desde o início do seu curso, que você tenha contato com aulas aplicadas, opções de estágio, encaminhamento e professores que entendam bem do mercado de trabalho da área. Um plano de carreira também ajuda muito!

A sustentabilidade é a área do futuro

O impacto do desenvolvimento econômico da forma como era feito antigamente não pode mais ser suportado pelo nosso planeta. Isso é um fato que a maior parte das empresas já aceitou.

Por esse motivo, diversas medidas têm sido tomadas para regular a ação do homem e tornar sua relação com o meio ambiente algo saudável para ambas as partes. Novas normas para empresas, fiscalização e acompanhamento constante são algumas das mudanças que já têm acontecido, e elas não vão parar por aí.

De agora por diante, a sustentabilidade se tornará um assunto cada vez mais importante para qualquer tipo de empreendimento empresarial, setor público e ONG. A área da sustentabilidade já cresceu e continuará crescendo, fazendo das profissões ligadas a ela opções muito promissoras de futuro.

Ao escolher uma carreira nesse caminho, você só tem a ganhar: estará ingressando numa área de destaque e será um profissional muito requisitado pelo mercado de trabalho. Além disso, assumindo um compromisso ético com o nosso planeta e assegurando um futuro sustentável para nossos filhos e netos, você contribui para um mundo melhor. Motivos não faltam para trabalhar com sustentabilidade!

Gostou de saber tudo sobre essa área do futuro? Ficou alguma dúvida? Quer acrescentar algum ponto positivo dessa profissão? Deixe seu comentário contando para a gente!